quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Achega-te

Achegue-se,
deixe-se ficar
há um tanto
de tristeza em meu olhar
os pés um tanto cansado
de tanto vagar

mas se olhares bem
um tantinho além
verá em mim um amor imenso
daqueles que ninguém pode negar

Vem achega-te a mim
e deixe-se ficar
mão com mão,
olhar com olhar
e um coração inteiro para dar.

Rosane Silveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário