sexta-feira, 27 de julho de 2012

De tanto ser você.
Aflora em mim
Umas paixões vadias.

E um
olho grande,
No vazio.
De tanto,
Ser
Você.
Sou asa
sem ter
ninho.

Many Pallo

Nenhum comentário:

Postar um comentário